FESTA DA VITÓRIA DE VINICIUS LOURO EM PEDREIRAS


A festa da Vitória do deputado estadual Raimundo Louro e do deputado estadual eleito Vinicius Louro sacudiu a cidade de Pedreiras no último domingo 19. Mais de 15 mil pessoas na frente do Trio na Avenida Rio Branco dançaram e comemoraram a vitória com a primeira atração da noite, o cantor das multidões, Toca do Vale.


Já passava da meia noite quando o maior repentista do Brasil, Luizinho de Irauçuba subiu no trio e fez a alegria da multidão com muito vanerão, forró pé de serra, rimas e muito, mas muitos repentes que encheram os olhos do público. Luizinho de Irauçuba é o que chama de artista completo, carismático o cantor fez rimas improvisadas com os prefeitos que estiveram no evento, entre eles; Jaílson (Lima Campos), Fred Maia (Trizidela do Vale), além dos vereadores Serapião Louro, Marcus Louro, Priscila Louro, Adonias, secretários municipais de governo e amigos empresários que se divertiam com os repentes do artista em cima do trio.

O prefeito de Esperantinópolis, Raimundinho, também esteve prestigiando o evento, acompanho do seu vice Lousinho, do vereador Carlos Barroso, do secretário de Administração Márcio Alencar, do secretário de planejamento Zé Roberto, do secretário de finanças, Ardson Arruda e do secretário de esporte, Belo.


O grande arrastão da vitória finalizou a noite na praça Corrêa de Araújo, por lá a multidão se concentrou e festejou até as 3hs da manhã.


A festa da vitória será comemorada na cidade de Poção de Pedras, dia 23/10, e em Esperantinópolis, no dia 24/10.

Marcelo Tavares fala sobre endividamento do MA e obras não concluídas

Marcelo Tavares, coordenador da Equipe de Transição de Flávio Dino, apontou duas dificuldades que o governador eleito terá ao assumir o comando do Estado a partir de 1º de janeiro. “O endividamento que o Estado tem hoje é altíssimo e as obras não concluídas, que são muitas, merecem a atenção do próximo governador”, disse, durante entrevista à TV Brasil na manhã desta segunda-feira (20).

Para ele, esses dois pontos são essenciais para conhecimento real da máquina pública e planejamento das ações que serão desenvolvidas a partir de 1º de janeiro. Na primeira reunião realizada na semana passada com a atual chefe da Casa Civil, Tavares solicitou informações a respeito do Estado, sobretudo relacionadas ao equilíbrio financeiro do estado.

Durante a entrevista, Marcelo Tavares, que assumirá a Casa Civil a partir de janeiro, não descartou a realização de auditorias em licitações, contratos em andamento e aplicação do verbas públicas no Governo que finda em dezembro. “O que queremos neste momento é ter informações necessárias para fazer a máquina pública funcionar bem a partir de janeiro”, esclareceu.

Conforme falou, os órgãos específicos, como Corregedoria, a Secretaria de Transparência e Controle, os tribunais de Contas e a Assembleia Legislativa poderão auditar atos da atual gestão se houver dúvida da aplicação do dinheiro público.

Acompanhamento do orçamento

Sobre o orçamento previsto para 2015, Tavares afirmou que buscará outros parlamentares para corrigir possíveis distorções. A afirmativa foi feita ao tratar da redução do orçamento de R$ 144 milhões para R$ 134 mi da Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap). Para ele, a diminuição reflete o descaso do governo Roseana com a área.

“Daí a crise constante no sistema penitenciário, que acaba aumentando a violência fora dos presídios. Temos que tomar medidas urgentes porque queremos a mudança do atual quadro de crise”, analisou o parlamentar.

RAPAZ SE JOGA DA PONTE FRANCISCO SÁ EM TRIZIDELA DO VALE

Hospital Geral de Trizidela do Vale



Agora a pouco, próximo das 19:30h, um rapaz de aproximadamente 26 anos, conhecido como Fábio, morador do Bairro Matadouro, se atirou da Ponte Francisco Sá dentro do Rio Mearim, ficando na margem esquerda, do lado de Trizidela do Vale. O jovem foi de encontro aos escombros da antiga ponte, sofrendo um fonte impacto na face e tórax.

Segundo amigos que estavam na frente do Hospital Geral de Trizidela do Vale, o rapaz estava bebendo quando teria saído e ao chegar na ponte, se jogou sem qualquer explicação.

Fábio foi levado ao hospital ainda com vida; no entanto, devido ao seu estado gravíssimo teria falecido agora há pouco.

fonte: Pedras Verdes

PCdoB mobiliza a capital em caminhada pró-Dilma

As lideranças políticas da Coligação Todos pelo Maranhão que apoiam a candidatura de Dilma no Maranhão realizaram na tarde desta sexta-feira (17/10) uma caminhada em favor da candidatura petista no Estado. Membros do PDT, PP, PROS, PCdoB, da "Resistência Petista" estiveram ao lado do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Jr, os senadores Inácio Arruda (PCdoB) e Vanessa Grazziotin (PCdoB) e o ministro de Articulação Política, Ricardo Berzoini (PT), percorrendo a principal rua do comércio de São Luís em apoio a Dilma Rousseff.

Em todo o trajeto, a caminhada foi recebida com entusiasmo pela população. Para o prefeito de São Luís, a calorosa recepção é fruto do reconhecimento dos avanços promovidos pela administração petista. "Há quase dois anos, a capital tem contado com o apoio e a parceria do governo federal", disse o prefeito ao falar no apoio na reforma dos Socorrões I e II e do Hospital da Criança.

As lideranças nacionais falaram sobre a expressiva votação conquistada por Dilma no Estado e lembraram que o esforço agora é para ampliar o favoritismo. "O desafio é tornar o Maranhão o Estado que vai dar a maior votação a Dilma Rousseff", disse o senador Inácio Arruda.

Ao lado de militantes e representantes de movimentos sociais, a senadora Vanessa Grazziotin e o ministro Ricardo Berzoini ouviram manifestações pela reeleição da presidenta. "Um, dois, três, é Dilma outra vez", cantavam os militantes.

Também participaram do ato os eleitos deputados federais Rubens Jr. (PCdoB), Zé Carlos da Caixa (PT) e Waldir Maranhão (PP).

Novas atividades

O presidente estadual do PCdoB, Márcio Jerry, disse que o momento é de trabalhar com força total em prol da candidatura de Dilma. "Toda a nossa militância está mobilizada e empenhada na reeleição da presidenta Dilma Rousseff", reafirmou.

Em São Luís, as atividades em apoio à reeleição da presidente Dilma seguem neste final de semana.

No sábado (18), a programação terá início às 7h com visitas as feiras do João Paulo, Liberdade, Anjo da Guarda, Coroadinho, Cohab, São Cristóvão e São Francisco. E no domingo (19), nas feiras da Cidade Operária, Mercado Central, Cidade Olímpica, Bom Jesus, João de Deus e Mangueira, além de carreata por bairros da cidade.

Reeleição de Dilma é decisiva para o país e para o MA, avalia senadora do PCdoB

Os senadores do PCdoB Vanessa Grazziotin (AM) e Inácio Arruda (CE) estiveram em São Luís nesta sexta (17) para participar de atividade em apoio à reeleição de Dilma Rousseff. Durante a visita ao Maranhão, eles falaram sobre a posição do partido em relação à continuidade dos avanços sociais nos últimos 12 anos, sobre a vitória de Flávio Dino e a importância da eleição de Dilma para o estado.

A defesa no apoio a continuidade do governo do PT está pautada no modelo político e de desenvolvimento das regiões Norte e Nordeste do país. Para Vanessa Grazziotin, o resultado positivo nas urnas para a presidente Dilma também representa a garantia de que o Maranhão terá parcerias com o Governo Federal.

“A vitória é a certeza de que o Maranhão e a administração de Flávio Dino vai ter todo o apoio necessário. Estamos empenhados em trabalhar e fazer com que a Dilma continue no poder para a gente continuar na mudança”, afirmou, lembrando que o lema utilizado na campanha de reeleição é uma das primeiras palavras de ordem do PCdoB: Avançar nas mudanças. 

“Essa batalha é decisiva para o país, inclusive para o Maranhão, para que a mudança não pare, em beneficio do povo, dessa transformação social que o Brasil vive, estamos muito envolvidos”, continuou.

Sobre a eleição histórica do Maranhão, que elegeu Flávio Dino governador, a senadora disse que a “vitória maiúscula é motivo de orgulho de todos os militantes e filiados do partido pelo primeiro governador eleito”. Agora o trabalho é melhorar política social, uma das principais bandeiras levantadas pelo governador eleito durante a campanha, para reverter os índices sociais do estado.

Mais força na reta final

Também cumprindo agenda no Maranhão, o senador Inácio Arruda defendeu que os governos do PT implantaram a maior política social no país e falou da importância de preservar essas conquistas. “Não podemos dar um passo para trás. O Nordeste entrou no mapa do desenvolvimento com força com Lula e Dilma e para mantê-lo nessa condição é importante a vitória de Dilma”, analisou.

Inácio lembrou que foi com a eleição do ex-presidente Lula que houve o maior incentivo da distribuição de investimentos no Norte e Nordeste, como exemplos, citou a retomada da indústria naval, que descentralizou as ações no Sudeste e também com a descoberta do pré-sal, com investimentos feitos para ampliar a capacidade de refino no Brasil e propôs a construção de refinarias no nordeste, que estão em construção.

“O Maranhão tem condições especiais, território, potencial agrícola, biodiversidade, potencial de um porto com o maior calado do país. As condições estão dadas para o Maranhão. O que faltava era um planejamento arrojado para atender as demandas sociais e, sobretudo, o desenvolvimento do estado. Essa questão deve estar casada: Flávio e Dilma. Não podemos dar um passo para trás”, disse o senador.

PCdoB intensifica campanha pró-Dilma com Berzoinni e Inácio Arruda em São Luís

As atividades da campanha pró-Dilma iniciaram com um café da manhã nesta sexta-feira (17/Out). Na presença do senador Inácio Arruda (PCdoB) e do deputado Ricardo Berzoini (PT), lideranças políticas do Estado traçaram estratégias para intensificar a campanha de Dilma Rousseff no Maranhão. O presidente estadual do PCdoB, Márcio Jerry, recepcionou as lideranças nacionais.

Ampliar a vantagem conquistada no primeiro turno pela presidente e candidata à reeleição foi o motivo da reunião que agregou militantes, dirigentes partidários e lideranças políticas que atuam na campanha pró-Dilma no Estado.

O senador Inácio Arruda relatou que a prioridade é conquistar votos para dar continuidade ao projeto de desenvolvimento econômico e social que está em curso. "O nosso trabalho todo é de buscar unificar o máximo de forças que estavam em disputa no primeiro turno e de colocar essa base política no palanque do PT no Maranhão. Queremos deixar muito claro que o nosso esforço é para dizer que o 65 é 13".

Ativar a militância e aumentar a vantagem da candidatura petista no Estado também foram pautas reforçadas pelo deputado Ricardo Berzoini. Ele acredita que no segundo turno o Maranhão dará uma votação ainda mais expressiva para a candidatura de Dilma Rousseff. “Existe uma mobilização de vários setores da população que percebe que não podemos colocar em risco aquilo que permitiu ao Maranhão reduzir a desigualdade, a pobreza e aumentar a atividade econômica. E não podemos esquecer que o PCdoB à frente da campanha de Dilma é também o Flávio Dino à frente dela”.

Estiveram no café da manhã os deputados federais eleitos Rubens Júnior (PCdoB) e Zé Carlos da Caixa (PT), o secretário de Educação de São Luís, Geraldo Castro (PCdoB), o presidente do PCdoB, Márcio Jerry e Márcio Jardim da "Resistência Petista".

Continuar as mudanças

Defendendo que o país dê continuidade ao projeto político liderado pelo Partido dos Trabalhadores (PT), militantes que compuseram a Coligação Todos pelo Maranhão, que elegeu Flávio Dino governador do Maranhão, se mobilizaram por Dilma Rousseff nesta sexta-feira (17).

Além do café da manhã, integrantes do PDT, PP, PROS, PCdoB e "Resistência Petista" estão organizando para as 15h30 uma caminhada na principal rua do comércio de São Luís, a Rua Grande.

A ideia é intensificar a campanha petista no Estado. "O PCdoB apenas reitera no segundo turno aquilo que já fez no primeiro turno, que é apoiar a reeleição da presidenta Dilma", disse Márcio Jerry, presidente do PCdoB no Maranhão, ao reafirmar a aliança histórica da legenda com o PT. Na sua avaliação, a sigla não poderia deixar de apoiar o projeto político que trouxe avanços econômicos e sociais ao país.

Rodrigo Lago será o secretário de Transparência e Controle do governo Flávio Dino



rodrigo-lagoO advogado Rodrigo Lago será o secretário de Transparência e Controle, pasta a ser criada na gestão de Flávio Dino. Esta secretaria será responsável pelo controle interno da administração, acompanhando os contratos, apurando denúncias e fiscalizando a correta aplicação das verbas públicas.

Esta foi uma das principais bandeiras da campanha de Flávio Dino, eleito governador em primeiro turno. A Secretaria será criada sem que seja adicionado nenhum novo cargo comissionado, apenas com remanejamento de cargos já existentes.

Estarão integradas à Secretaria a Corregedoria Geral do Estado e a Controladoria Geral do Estado, visando fazer um governo transparente, honesto e republicano.

O anúncio foi feito por Flávio Dino nesta sexta (17) pelas redes sociais. Conheça o perfil do secretário.

RODRIGO LAGO – SECRETARIA DE TRANSPARÊNCIA E CONTROLE

Com destacada atuação em Direito Constitucional, Rodrigo Lago é advogado há 12 anos. Estudou Direito Constitucional no Instituto Brasiliense de Direito Público – IDP.

É Conselheiro Federal suplente da OAB (2013-2015) e consultor da Comissão Nacional de Estudos Constitucionais da OAB. Faz parte também do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB).

No Maranhão, é diretor-geral da Escola Superior de Advocacia do Maranhão – ESA-OAB/MA (2013-2015), fez parte do Conselho Estadual da OAB como presidente da Comissão de Estudos Constitucionais da OAB/MA (2010-2012). Foi também membro de bancas examinadoras de concursos para a Magistratura e Ministério Público.

Equipe de Transição de Flávio Dino requisita informações à Casa Civil de Roseana Sarney


Flávio Dino enviou nesta terça (14) ofício endereçado à governadora Roseana Sarney oficializando os nomes que farão parte de sua equipe de transição. Ao lado de Marcelo Tavares e Márcio Jerry (que haviam sido anunciados pelas redes sociais como secretários do novo Governo), atuarão os advogados Carlos Eduardo Lula e Rodrigo Lago. À medida que os nomes indicados para as Secretarias do novo Governo forem anunciados, estes também auxiliarão na transição nas repectivas pastas.

No primeiro ato, a Equipe de Transição visitou o Palácio dos Leões (sede do Governo do Estado) e conversou com a coordenadora designada por Roseana Sarney para conduzir a transição por parte do Governo que finda em 31 de dezembro deste ano.

A equipe de Flávio Dino entregou em mãos à atual chefe da Casa Civil, Anna Graziella, o pedido formal de informações que ajudarão o próximo governo a planejar os primeiros dias, para que a população não seja prejudicada com a troca de governos.

Ao final da reunião, Marcelo Tavares declarou que outras reuniões devem acontecer para reunir as informações requisitadas ao Governo do Estado, entre elas o andamento do Programa Viva Maranhão, cujo financiamento é feito pelo Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Entre os principais pedidos do primeiro ofício da equipe de transição de Flávio Dino estão:

-Informações orçamentárias de 2013 e 2014;

-Tamanho da folha de pagamento do Estado;

-Relatório da Lei de Responsabilidade Fiscal de 2014;

-Demonstrativo das obras em andamento;

-Dívida Pública do Estado;

-Resumo dos principais programas executados por cada Secretaria;

-Relatório com informações detalhadas sobre hospitais em funcionamento, não entregues ou não concluídos.



Governo Flávio Dino: Emap será administrada por Ted Lago

Mais um anúncio da composição de Governo foi feito por Flávio Dino nesta segunda (13). Para dirigir a Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), o governador eleito indicou o empresário Ted Lago – que possui destacada atuação internacional nos setores Empresarial e Social.

Com o intuito de ampliar a funcionalidade do Porto do Itaqui como vetor de desenvolvimento econômico e social do Estado e integrá-lo ao cenário mundial, Ted Lago assumirá o comando da Emap a partir de 1º de janeiro de 2015.


TED LAGO – Empresa Maranhense de Administração Portuária

Administrador de Empresas com pós-graduação em Planejamento e Finanças (PUC-RJ) e em Gestão e Processos Industriais na Deomens Schule (Munique – Alemanha), Ted Lago atua no ramo empresarial maranhense.

Através do Instituto de Cidadania Empresarial do Maranhão (do qual é um dos membros fundadores), tem forte participação na área de Desenvolvimento Econômico e Social com foco na melhoria da qualidade de vida no estado. Foi Presidente do Conselho Deliberativo do ICE-MA por 6 anos.

Ted é membro da Fundação Avina, instituição que reúne líderes destacados no trabalho pelo Desenvolvimento Sustentável e Responsabilidade Social da América Latina.

Rodrigo Maia será Procurador Geral do Estado do Governo de Flávio Dino

Na manhã desta segunda (13), Flávio Dino anunciou mais um nome que fará parte de sua equipe de Governo. O procurador de carreira Rodrigo Maia deverá chefiar a Procuradoria Geral do Estado, órgão responsável pela representação judicial e consultoria jurídica do Maranhão, exercendo a defesa legítima dos interesses do Estado.

Na semana passada, Dino anunciou outros dois nomes de sua equipe – Marcelo Tavares (Casa Civil) e Márcio Jerry (Articulação Política e Assuntos Federativos).


RODRIGO MAIA ROCHA – Procuradoria Geral do Estado

Procurador do Estado do Maranhão há 10 anos, Rodrigo Maia tem carreira ligada à defesa da Advocacia Pública. Formado em Direito pela Universidade Federal do Maranhão e aprovado por concurso público em 2005, Maia seguiu carreira na Procuradoria do Estado e compôs, por dois mandatos, o Conselho Estadual da Ordem dos Advogados do Brasil.

É professor da Escola Superior de Advocacia na OAB-MA e foi vice-presidente da Comissão de Advocacia Pública da Ordem. É pós-graduado em Ciências Criminais (CEUMA) e pós-graduando em Direito Ambiental (UFPR). Compôs por três mandatos consecutivos o Conselho Estadual de Direitos Humanos.

Sua função atual é de secretário municipal de Meio Ambiente da capital, ocupando a diretoria da Associação Nacional de Órgãos Municipais de Meio Ambiente (ANAMMA) desde agosto de 2013 e membro do Plenário e da Câmara Técnica de Assuntos Jurídicos do Conselho Nacional de Meio Ambiente, ligado ao Governo Federal.

"Tem competência comprovada,” diz prefeito sobre secretário de Infraestrutura do indicado por Flávio

Lideranças maranhenses avaliam positivamente a indicação para a pasta de Infraestrutura no Governo de Flávio Dino
Sebastião Madeira (PSDB), prefeito de Imperatriz, foi uma das lideranças políticas que aprovaram a indicação de Clayton Noleto para comandar a Secretaria de Infraestrutura no Governo do Flávio Dino. “Tem competência comprovada, visão global, capacidade de articulação e liderança conhecida na Região Tocantina,” avaliou.

A revelação de que Clayton Noleto será responsável pela pasta foi comemorada em todo o Maranhão. Para o prefeito Madeira, a Região Tocantina se sente representada por ter sido contemplada em uma pasta importante do Governo. “Temos a sensação de que o Governo vai olhar para a nossa região. Clayton tem a confiança do Governador e também da nossa cidade”, disse.

Liderança na região, Rosângela Curado (PDT) também manifestou-se positivamente quando soube da indicação. Ela pontuou o perfil técnico, político e de renovação que atende diretamente ao critério da valorização regional.
“Sua ascensão a um cargo tão importante do novo governo além de representar a cara nova de um novo governo sinaliza o primeiro gesto de atenção do governador Flávio Dino para todas as regiões”, acrescentou.

O vereador Carlos Hermes falou na tribuna da Câmara Municipal de Imperatriz também sobre a indicação, destacando o reconhecimento de Flávio Dino que sinaliza para a valorização de todas as regiões, fazendo com que o Governo saia do Palácio. Na próxima terça-feira (21), o parlamentar apresentará uma moção de aplausos pela escolha do novo secretário

Flávio Dino anuncia Clayton Noleto para a pasta da Infraestrutura

O novo comunicado feito por Flávio Dino nas redes sociais revelou o próximo comandante da Secretaria de Infraestrutura do Maranhão. Empresário e professor na Região Tocantina, Clayton Noleto chefiará a pasta responsável pelas obras físicas estruturantes do Maranhão.

Este é o quinto nome apresentado pelo governador eleito para gerenciar o Estado a partir de janeiro de 2015. Conheça o perfil do próximo secretário.

SECRETARIA DE INFRAESTRUTURA – CLAYTON NOLETO

Administrador de empresas na Região Tocatina, Clayton Noleto é especialista em Planejamento Estratégico. Com forte atuação no setor privado, Noleto foi professor e instrutor Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), nas áreas de Gestão e Planejamento.

Habilitado pelo programa Empretec como empreendedor, desenvolvido pela Organização das Nações Unidas (ONU), Clayton Noleto é também historiador e bacharel em Direito. Foi coordenador da coligação “Todos pelo Maranhão” em apoio à candidatura de Flávio Dino na Região Tocantina.

Assumindo a pasta da Infraestrutura do Governo do Estado, Clayton Noleto deverá conduzir as obras viárias e transporte do estado.

Eleição histórica amplia quadros e fortalece o PCdoB-MA

O PCdoB no Maranhão sai das eleições 2014 ainda mais fortalecido. Além de eleger o primeiro governador da sigla, o partido levou três nomes à Assembleia Legislativa e um à Câmara Federal. Para o Secretário de Organização do partido, José Oliveira, o crescimento e fortalecimento da legenda foi fruto de um trabalho intenso em prol das causas democráticas.

“Esse resultado está intimamente ligado ao projeto político-eleitoral que o PCdoB encabeçou no Estado”, disse o militante que presidiu o partido no Estado por dois anos e que compõe os quadros partidários desde a década de 1970.

A trajetória do partido no Maranhão acumula várias conquistas, expansão e reconhecimento político. Com protagonismo na luta pelo fim do modelo político oligárquico, a legenda esteve no centro do “Partido do Maranhão” – que representou a união de 9 partidos pela superação do modelo de política oligárquica que se instalou no Maranhão.

Com 92 anos de história de lutas e contando com mais de 100 vereadores, 15 vice-prefeitos, 5 prefeitos e 3 deputados estaduais, pela primeira vez elegeu três nomes para o Parlamento Estadual e um para a Câmara Federal, além do comando do Poder Executivo.

Essa trajetória representa a participação ativa da legenda na luta em favor dos trabalhadores e por melhores condições de vida a todos os cidadãos do estado.

Sindicato dos Professores de Bernardo do Mearim comemora o Dia da Classe com jantar

Eudina Costa, professora de carreira, hoje no cargo de Prefeita 
O Sindicato dos Professores de Bernardo do Mearim (SIPROBEM), organizou para homenagear a classe um belo jantar. O evento foi realizado num restaurante da cidade, regado a um cardápio variado e saboroso ao som de cantor Josivan Voz e Violão. Entre os convidados, marcaram presenças a prefeita Eudina Costa e a vice-prefeita Sandra. Eudina e Sandra discursaram no jantar e falaram da importância de valorizar a Educação.

Band promove hoje 1º debate entre Dilma e Aécio para a disputa do 2º turno

Os candidatos do PT, Dilma Rousseff, e do PSDB, Aécio Neves, à Presidência da República participam, na noite desta terça-feira (14) do primeiro debate visando ao segundo turno das eleições.
O confronto entre os candidatos será promovido pela Rede Bandeirantes, a partir das 22 horas. Este será o primeiro confronto após as pesquisas divulgadas depois do primeiro turno.
Pesquisa Ibope divulgada na quinta-feira (9) sobre o segundo turno mostrava Aécio e Dilma tecnicamente empatados, dentro da margem de erro, que é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. Segundo o instituto, o candidato tucano tem 46% das intenções de voto, contra 44% da petista. Votos brancos e nulos são 6%; indecisos, 4%.
O Ibope fez a simulação do segundo turno levando em conta apenas os votos válidos, ou seja, eliminando os brancos e nulos. Nesse caso, Aécio Neves tem 51% e Dilma, 49%, também um empate técnico dentro da margem de erro.
O Datafolha também divulgou a pesquisa para o segundo turno. Os números são iguais aos do Ibope, só divergindo nos votos brancos e nulos e indecisos. Segundo este instituto, Aécio tem 46% e Dilma, 44%. Brancos e nulos, 4%; indecisos, 6%. Levando em conta os votos válidos, Aécio tem 51% e Dilma, 49%.
Já no sábado (11) pesquisa IstoÉ/Sensus mostrava que Aécio somava 58,8% das intenções de votos válidos, enquanto Dilma tinha 41,2%. Na pesquisa abrangendo o total dos votos, Aécio soma 52,4%, Dilma 36,7% e os indecisos, brancos e nulos são 11%, tudo com margem de erro de 2,2% e índice de confiança de 95%. Nos votos espontâneos, Aécio soma 52,1%, Dilma fica 35,4% e os indecisos são 12,6%.
E de acordo com pesquisa de intenções de voto do Instituto Vox Populi divulgada na noite de segunda-feira (13), Dilma tem 51% dos votos válidos, e Aécio, 49%. Levando-se em consideração também os votos inválidos, também há empate técnico: Dilma tem 45%, Aécio 44%, brancos e nulos somam 5% e indecisos, 5%.
Fonte: Jornal do Brasil

Não consigo parar de ver


SUICÍDIO NA CADEIA EM LIMA CAMPOS

Wilson da Silva, 41 anos, mas conhecido como "Pé no chão", antigo morador de Trizidela do Vale, foi detido ontem a noite no Portal da Cidade de Lima Campos pela Policial Militar. O soldado "Nacor" e os Sargentos Aurélio e Henrique suspeitaram da movimentação, o abordaram e encontraram com Wilson, a quantia de 300 reais em dinheiro. Conduzido até sua residência no Bairro Roseana Sarney para mais averiguações, encontraram mais dinheiro, e escondido dentro de uma panela de feijão, estava uma quantidade de 47 pedras de crack. Segundo informações de populares o produto era sempre vendida naquele Bairro de Lima Campos.


Wilson recebeu voz de prisão no momento e foi conduzido até a delegacia por volta das 11:00h, e próximo das14:00h ele foi encontrado enforcado na cela a onde estava preso, com a sua própria camisa.

Fonte: Pedras Verdes

Jovens até 24 anos votam em Aécio porque não viveram a era FHC



Nas pesquisas Datafolha, que mostram empate entre Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB), aponta que Aécio tem mais votos entre os adolescentes e jovens de até 24 anos, do que Dilma (58% a 42). Nas demais camadas de idade há empate técnico.

A razão é simples. Em 2012, o último ano do governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), esses jovens tinham entre 4 e 12 anos, ou seja, eram crianças.

O governo FHC foi altamente corrupto e desastroso para o Brasil com as privatiuzações e compra de votos para reeleição. A Privataria Tucana desestruturou a Administração Pública, a inflação era o dobro da de hoje, o desemprego bem maior, a economia ia muito mal.

E Aécio era o presidente da Câmara dos Deputados entre 2001 e 2002 e responsável pela negociação da aprovação das leis de FHC que foram péssimas para o país.


Queridos jovens, se informem, estudem, vejam o quanto o governo do PSDB foi ruim para o Brasil e quanto o Brasil melhorou nos últimos 12 anos. E Aécio representa o passado, uma idelogia do passado, o neoliberalismo, que foi varrido da América Latina e está querendo voltar com Aécio.

O Brasil precisa continuar no caminho certo, sem retrocessos, buscando o desenvolvimento econômico e social de forma sustentável.

E é essencial que os jovens participem e continuem participando da política brasileira, mas sem serem influenciados com o que diz a velha mídia reprentadada pela Globo, Veja e Folha de S. Paulo.

E viva a democracia!

UMA ANÁLISE SÉRIA SOBRE O BRASIL ANTES E DEPOIS DO PT

O PSDB quer voltar ao poder com Aécio. Relembre por meio de jornais como foram os 8 anos em que esse partido governou o Brasil e tire suas conclusões. É importante saber que a equipe econômica de Aécio é comandada por Armínio Fraga, ex-presidente do Banco Central no governo FHC. Ele foi um dos protagonistas da história que vamos mostrar aqui:

1) DESEMPREGO:

O governo do PSDB/FHC praticamente dobrou a taxa de desemprego do Brasil em oito anos. Os juros altos, a política cambial irresponsável e as privatizações foram os principais responsáveis, segundo especialistas.



Reportagem no site da Folha:

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/dinheiro/fi2905200215.htm



Reportagem no site da Folha:

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/dinheiro/fi31019919.htm







Reportagem no site da Folha:

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/dinheiro/fi2406200320.htm

Nos 12 anos dos governos Lula/Dilma, foram gerados 20 milhões de empregos com carteira assinada e a taxa de desemprego caiu pela metade. Hoje felizmente o desemprego deixou de ser um assunto no noticiário.



2)O ENDIVIDAMENTO DO PAÍS

No governo FHC, a dívida pública passou de 30% para 61% do PIB, mesmo com a venda de patrimônio público por meio das privatizações, como no caso da Vale. Ou seja, em oito anos FHC contraiu uma dívida equivalente ao que o Brasil demorou 500 anos para constituir. No governo petista, a dívida recuou de 61% para o nível atual de 35%. Mesmo com o aumento da dívida, no governo FHC a carga tributária aumentou de 27% para 33% do PIB. Ou seja, nem mesmo o aumento de tributos foi capaz de regularizar as contas públicas.



Reportagem no site da Folha:

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/brasil/fc27029803.htm





Reportagem no site da Folha:

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/dinheiro/fi0807200102.htm



3)A CONSEQUÊNCIA DO DESEMPREGO: MISÉRIA E FOME

Com o desemprego, a fome e a miséria se alastraram por todo o país. Depois que Lula assumiu em 2003 e turbinou o Bolsa Família, essa realidade melhorou bastante. Infelizmente, muitas pessoas até hoje não conseguem entender a importância do programa.



No site da Folha:

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff2309200101.htm







No site da Folha:

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/brasil/fc1007200125.htm



4)AS CONSEQUÊNCIAS DA EXPLOSÃO DA DÍVIDA PÚBLICA: BRASIL SE HUMILHA PEDINDO EMPRÉSTIMOS AO FMI, COLAPSO DA BOLSA, VOLTA DA INFLAÇÃO E SUCATEAMENTO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS

A inflação que no governo Dilma está em 6,5% AO ANO, foi de 5,19% SÓ NO MÊS DE NOVEMBRO de 2002. No último ano de FHC, a inflação medida pelo IBGE foi de 12,51%, o dobro da atual inflação de Dilma. Diga-se de passagem, a inflação média do governo Dilma é a mais baixa se comparada com Sarney,Collor, FHC (9,15% de média) e Lula( 7% de média). Veja mais sobre isso no link: http://blogs.estadao.com.br/radar-economico/2014/01/10/inflacao-media-de-dilma-e-a-mais-baixa-desde-o-plano-real/



Essa aqui foi a “grande obra” de Armínio Fraga para a economia brasileira:





No site da Folha:

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/dinheiro/fi0108200202.htm









No site da Folha:

http://www1.folha.uol.com.br/folha/dinheiro/ult91u32622.shtml



Falam que FHC “construiu a base” para que o Brasil crescesse no governo Lula. A “base” foi isso? Ele deixou foi a famosa “herança maldita”.



Você pensa que a saúde de hoje não poderia ser pior? Imagina na época que não existia Farmácia Popular, Samu, Mais Médicos…

É bom lembrar que a dengue estava erradicada no Brasil desde a década de 80, porém por falta de investimentos em prevenção ela voltou no governo do FHC/PSDB.



5)CORRUPÇÃO DESENFREADA E APARELHAMENTO DO ESTADO

O PSDB que hoje faz o discurso “moralista” se envolveu nos maiores escândalos de corrupção da história moderna do país. É importantíssimo destacar que no governo FHC, o Procurador-Geral da República (que é escolhido pelo Presidente da República) era partidário pró-PSDB. Ele se chamava Geraldo Brindeiro e arquivou TODOS as denúncias de corrupção. Por isso ganhou o apelido de “Engavetador-Geral da República”. Ao contrário do FHC, Dilma sempre respeitou a tradição de escolher o primeiro lugar da votação da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR). Isso garantiu que os Procuradores Gerais do governo petista nunca foram ligados ao partido e sempre tiveram isenção.







No site da Folha:

http://www1.folha.uol.com.br/fol/pol/po14051.htm











No site da Folha:

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/brasil/fc0803200217.htm





6) A FALTA DE INVESTIMENTOS EM INFRA-ESTRUTURA E O COLAPSO DO SISTEMA ELÉTRICO, COM O RACIONAMENTO DE ENERGIA



Mesmo com o PIB estagnado, crescendo apenas 0,01% em 1998 e 0,3% em 1999, o país não conseguiu suprir a demanda por eletricidade. Em 2000 o governou começou a se preparar e em 2001 implementou o racionamento. Quem viveu essa época se lembra bem. É importante destacar que em 2014 choveu menos que em 2001, porém como o governo construiu uma rede reserva de termelétricas, o país conseguiu enfrentar o período seco sem deixar que faltasse energia. Isso se chama competência, ao contrário do que acontecia na década de 90.



Vamos parar por aqui. Nem vamos falar do escândalo do BNDES e dos escândalos de corrupção nas privatizações, porque este post não teria fim.

E AÍ AÉCIO NEVES, VAMOS CONVERSAR SOBRE O QUE SEU PARTIDO FEZ ENQUANTO ESTEVE NO PODER?