Tiririca (Divulgação)
Desde a eleição de Tiririca – e da surpresa com sua atuação, diga-se – os partidos começaram a ficar mais atentos para subcelebridades que poderiam não apenas ser facilmente eleitas. A ideia é aproveitar que muita gente usa o voto para fazer piada, fazendo com que, por conta do coeficiente eleitoral, muitos outros candidatos da legenda sejam eleitos quase que indiretamente.